Principais Métricas Para Startup

Principais Métricas Para Startup

As métricas Para Startup possuem a capacidade de definir o sucesso ou o fracasso de uma empresa iniciante.

As Startups provam sua superioridade dia após dia.

Afinal, atualmente a maioria das grandes empresas do mundo são (ou foram) Startups em algum momento da sua caminhada.

Contudo, essas Startups que conseguem prosperar são a absoluta minoria. A mortalidade de novas Startups é muito alta.

Isso porque elas se apoiam em diversos elementos, mas acabam se esquecendo do principal indicador de sucesso em qualquer negócio:

As Métricas!

 

Qual a Importância de Métricas para Startups?

Antes de entendermos a real importância das métricas para Startups precisamos entender de fato o que são as Métricas.

Veja bem…

Métricas podem ser consideradas indicadores de resultados que são obtidos do seu negócio.

Como em qualquer área da nossa vida, no mundo dos negócios também existe uma necessidade de se mensurar resultados para poder entender o que está acontecendo.

De maneira simplificada, pode-se dizer que é exatamente isso que uma Métrica faz.

Ela irá lhe fornecer informações sobre algo em específico para que você possa avaliar o curso de determinada estratégia, produto ou modelo de negócios.

Quando falamos sobre a importância de Métricas para Startups, podemos dizer também que estamos falando do elemento mais importante para o seu sucesso.

Sim, isso mesmo que você leu.

Esqueça clientes, vendas, “marketing” e outros. Claro, tudo isso é muito importante.

Contudo, sem se apoiar nas métricas uma Startup será como um navio a deriva no mar.

Não terá forças para se mover para nenhuma direção e mesmo que consiga sair do lugar, jamais saberá para onde está indo e, muito pior:

Aliás, nem saberá ao menos se deve seguir neste caminho.

Desde o momento em que uma Startup passa a apoiar suas decisões estratégias, executivas e operacionais em Métricas, ela acaba respondendo ao mercado da forma certa, ganhando assim uma vantagem competitiva significativa.

Justamente para que a sua Startup possa fazer isso, decidimos listar aqui as principais métricas para Startup.

Utilize-as no seu dia-a-dia e garanta que está no caminho certo!

Gráfico Apontando as Principais Métricas Para Startup.

Métricas Para Startup: CAC — Custo de Aquisição do Cliente.

O CAC é a métrica que diz respeito ao Custo de Aquisição do Cliente.

Isto é, ela diz o quanto você está gastando para conseguir trazer cada cliente para dentro do seu negócio.

Para conseguir determinar qual é o seu CAC, a Métrica é muito simples:

Valor investido em ações de Marketing em determinado período.

———————————————————-  = CAC

Número de clientes obtidos no mesmo período.

 

Essa métrica é uma das mais importantes para o seu negócio, pois vai lhe mostrar a eficiência do seu sistema de captação.

A ideia é de que você consiga manter o seu CAC o mais baixo possível, afinal de contas, desse modo você irá gastar muito pouco para adquirir cada cliente, o que tornará cada um deles muito mais lucrativos.

A única maneira de conseguir diminuir o seu CAC é investindo em ações de Marketing que tragam resultados objetivos.

Isso demanda um bom profissional de Marketing na sua equipe e muitos testes, implementações e Growth Hacking!

 

Métricas Para Startup: LTV — Lifetime Value.

O Lifetime Value ou Valor do Tempo de Vida indica quanto a sua Startup irá ganhar com cada cliente ao longo da sua vida útil dentro da empresa…

Para calcular o LTV você deve usar a seguinte fórmula:

Tempo de permanência dos clientes na empresa — Custos para instalação (entrega) do produto.

X

Receita Mensal dos Clientes no Mesmo Período.

 

Ao fazer isso você irá descobrir quanto cada cliente pode te gerar ao longo do tempo.

Para que essa métrica é importante?

Ao saber qual é o LTV dos clientes da sua Startup é possível fazer uma completa adequação do seu negócio.

Mesmo que o seu CAC seja muito alto ou até mesmo acima do valor do seu serviço, é possível fazer esse esforço e gastar um pouco a mais, sabendo que durante o LTV do seu cliente será uma questão de tempo para recuperar o seu investimento.

Atualmente muitas empresas trabalham dessa forma.

Para que fique mais claro irei exemplificar a situação:

“Imagine um negócio que possui planos recorrentes de R$80, mas que detém um CAC de R$200.

O negócio aparentemente não faz sentido, mas se os seus clientes possuírem um LTV de 12 meses, será possível ter um bom lucro com uma boa margem sobre o seu CAC.

Ou seja, o negócio irá funcionar e já no (3°) mês será possível recuperar todo o investimento para adquirir o cliente.”

Então comece a calcular o seu LTV e com base nele modele a estrutura do seu negócio na totalidade.

 

Métricas Para Startup: Índice de Cancelamento (Churn).

Muitas Startups se movem pela necessidade de expandir sua atuação dentro do mercado onde estão inseridas, conquistando um número cada vez maior de clientes.

O grande problema dessa estratégia é que muitas vezes elas acabam esquecendo de focar os seus esforços nos clientes já adquiridos.

Afinal de contas, é muito mais valioso para uma empresa manter um cliente consigo e vender novamente para ele do que ter que adquirir novos clientes.

Entretanto, esse foco excessivo nos possíveis clientes faz com que o Índice de Cancelamento de muitas Startups seja elevado.

Desse modo o investimento para se adquirir um cliente acaba sendo perdido logo em seguida.

Para calcular o Índice de Cancelamento você precisa usar a seguinte fórmula:

Número de clientes que cancelaram um serviço.

—————————– = Índice de Cancelamento.

Número de clientes ativos no mesmo período.

 

Se o seu índice for muito elevado é necessário começar a trabalhar com políticas de retenção de clientes, buscando aumentar cada vez mais o LTV.

Caso não faça isso, em pouco tempo o seu modelo de negócios se tornará insustentável.

 

Métricas Para Startup: Receita Recorrente Mensal (RRM)

A Receita Recorrente Mensal irá mostrar o valor que entrará no seu caixa todos os meses por conta de planos mensais.

Exemplos de empresas que utilizam essa métrica são:

  • Netflix;
  • Spotify;
  • Salesforce.

 

Todos esses negócios oferecem planos mensais e precisam saber quanto exatamente entrará em seu caixa mês a mês.

Para calcular isso você deve analisar o valor cobrado mensalmente menos taxas de adesão, descontos, promoções, etc.

Essa métrica não se aplica a todas as Startups, sobretudo porque poucas são usuárias de modelos de recorrência.

Contudo, é muito importante que você comece a considerar essa opção.

Os modelos de recorrência são ótimos, pois conseguem diminuir o valor que será cobrado do cliente graças ao LTV e também trazem uma previsibilidade de caixa para o seu negócio todos os meses.

Desse modo você sempre contará com aquele valor mês a mês e poderá usar isso para programar novos investimentos na sua Startup.

 

MAUs — Monthly Active Users — Usuários Ativos Mensais ou DAUs — Daily Active Users — Usuários Ativos por Dia.

Essa Métrica é muito utilizada por negócios B₂B, como Amazon, Mercado Livre, Ebay e outros.

Ao conseguir identificar o número de usuários ativos por dia você pode conferir ao longo do tempo se está existindo um crescimento nessa área, identificado pelo constante aumento de usuários ativos.

Afinal, para esse negócio não há nada mais importante do que colocar um número cada vez maior de pessoas dentro da sua estrutura.

Para calcular essa métrica você só precisa analisar quantas pessoas estão acessando o seu site ou app todos os dias.

 

Métricas Para Startup: RunAway

O RunAway é a métrica que define e expressa quanto tempo uma Startup terá para conseguir decolar e emplacar no mercado.

Essa métrica se define com base no caixa total existente dividido pelo Cash Burn.

O ideal é que a Startup tenha pelo menos 12 meses para conseguir decolar, mas muitos investidores preferem que sejam 18 meses.

De fato, apressar as coisas não faz sentido. O ideal é focar tanto no curto prazo quanto no longo, assumindo posturas de mercado que façam com que tudo possa dar certo.

 

Cash Burn Rate — “Queima” de Dinheiro.

O Cash Burn Rate é a métrica que indica o quanto de dinheiro a sua empresa está gastando todos os meses para continuar mantendo suas operações.

Logicamente haverá sempre um custo para que isso aconteça, mas é fundamental manter ele o mais enxuto possível, principalmente nas fases iniciais da sua Startup.

No fim das contas, o Cash Burn Rate irá se referir as despesas totais da sua empresa, que somam os custos de todos os departamentos.

 

Métricas Para Startup: Escalabilidade

Para que a sua Startup possa crescer de maneira significativa deve haver uma boa escalabilidade.

Isso é demonstrado através da proporção do crescimento das receitas em relação às despesas.

Muito embora diversas empresas simplesmente ignorem essa métrica, é muito importante estar atento a ela a partir de agora.

A onda de Startups que não apresentam lucro e continuam ganhando investimentos constantes muito provavelmente está chegando ao seu fim, principalmente por conta de casos como o da WeWork…

Os investidores cada vez mais estão interessados em ter uma segurança financeira comprovada através de um modelo de negócios lucrativo.

Então esteja sempre avaliando o quando sua empresa possui de margem de lucro, pois isso é fundamental para que seja possível predizer o seu crescimento futuro.

E se você se interessou por esse assunto e quer saber um pouquinho mais, confira o nosso post sobre Dashboard, a ferramenta essencial para o gerenciamento das suas métricas!

Você usa alguma métrica na sua Startup? Conte para nós qual é aqui nos comentários!

 

Sobre a Kenaz KPI’s e Métricas para Marketing

A Kenaz Marketing é uma startup que tem o objetivo de apresentar para você as principais métricas e resultados das suas ações de marketing em um só lugar.

Com isso você e sua empresa economizam tempo e dinheiro focando em ações que possibilitem os melhores resultados das suas campanhas.

Quer experimentar a Kenaz Marketing gratuitamente? É só preencher o formulário abaixo: